domingo, 3 de novembro de 2013

Truque para emagrecer.

Truque para emagrecer: 81% das mulheres compram roupas menores.





Segundo estudo, mais de 50% das mulheres proíbem guloseimas e programas de culinária em casa para evitar cair em tentação

Força de vontade é primordial na luta contra a balança, mas algumas jogadas e até "chantagem emocional" também vão bem na hora de perder peso. Segundo o site inglês Daily Mail, comprar roupas de tamanhos abaixo do próprio manequim e fazer refeições em pratos pequenos são alguns dos truques usados pelas mulheres para encorajar a dieta.

Aquela velha frase "Vou usar esta roupa quando estiver mais magra", é a mais conhecida e, de acordo com um estudo feito por uma empresa de vendas online, 81% das mulheres já usaram a expressão alguma vez para dar aquele empurrão na hora de começar um regime.

Mais da metade disseram comer em pratos pequenos, daqueles tipo sobremesa, e explicam: é melhor ter um prato pequeno cheio de comida do que um prato grande praticamente vazio.

gravidez
Quase 50% das entrevistadas contaram ainda que colocam fotos de si mesmas acima do peso na porta da geladeira e do armário para evitar comer fora de hora. Enquanto 25% usam imagens de celebridades magras para servir de inspiração.

E se todos estes truques não são suficientes, a família também tem que participar do processo de emagrecimento. Mais de 60% das mulheres disseram proibir qualquer tipo de guloseima em casa para reduzir as chances de cair em tentação e quase 50% delas não deixam de jeito nenhum filhos e maridos assistirem a programas de culinária.

"Uma vez comprei uma saia de tamanho menor que o meu até que finalmente consegui perder peso e caber nela. Levei seis anos para isso. Naquele dia, me senti sensacional, e nunca mais vou ganhar aqueles quilos de volta", disse uma das entrevistadas.

Outra participante da pesquisa disse que sempre carrega aipo na bolsa para aliviar a fome nos momentos de ansiedade. "Quando fico com fome, tiro ele da bolsa e fico mastigando", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário